Por uma estética Mundial-Literária da memória pós-colonial: Rainhas da Noite, de João Paulo Borges Coelho

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

Com foco na inerente relação entre as esferas locais e globais que marca a ficção de João Paulo Borges Coelho, este ensaio propõe que a articulação estética da memória pós-colonial presente em sua obra constitui-na como literatura-mundial. Através da análise do romance Rainhas da Noite (2013), argumentamos que sua representação nuançada do colonialismo pela lente da memória opera uma crítica das sociedades pós-coloniais que é, intrinsecamente, transnacional e sistêmica.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)333
Number of pages363
JournalVia Atlântica
Volume40
DOIs
Publication statusPublished - 6 Dec 2021

Cite this